Plano SP: Araraquara segue na faixa laranja com quarentena até 30 de julho

O Governo Estadual considera estável a situação da DRS de Araraquara e decidiu manter os 17 municípios que a compõem na faixa laranja

O Governo do Estado de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (10) a prorrogação da quarentena até o dia 30 de julho em todos os municípios paulistas e a manutenção de Araraquara na fase laranja, a ou fase 2 da flexibilização das atividades econômicas.

Foi a sexta atualização do Plano São Paulo, que começou a vigorar no dia 1º de junho como instrumento de regulação da retomada econômica das 645 cidades do estado, através de análises dos índices de ocupação hospitalar e de evolução de casos da Covid 19. O Plano São Paulo dividiu as Diretorias Regionais de Saúde e sub-regiões em faixas – vermelha, laranja, amarela, verde e azul – e passou a utilizar cinco indicadores para classificar as regiões.

A DRS de Araraquara havia sido classificada inicialmente na fase amarela, porém, passados 15 dias, recuou para a fase laranja, sendo autorizada a manter as atividades econômicas em funcionamento, mas com restrições de horários do atendimento presencial do comércio e capacidade máxima de atendimento dos clientes, entre outras medidas de prevenção e contenção do novo Coronavírus.

Nesta avaliação, o Governo Estadual, que considera a situação da DRS de Araraquara estável, manteve os 17 municípios que a compõem na fase laranja.

“Nós realizamos nossas análises diárias do avanço dos casos no município e da taxa de internação e, mesmo com a estrutura que conseguimos organizar na nossa cidade, de certa forma, já esperávamos continuar na fase laranja, porque, na avaliação feita pelo Governo do Estado, é levada em conta a situação de todos os municípios que compõem nossa DRS. São 17 municípios e, na maioria deles, foram registrados aumento no número de casos confirmados da doença e aumento da taxa de ocupação de leitos hospitalares nas duas últimas semanas. Para avançar na classificação de fases feita pelo Estado, é necessário bom desempenho de todos os municípios”, pondera Eliana Honain, secretária municipal da Saúde e coordenadora do Comitê de Contingência do Coronavírus de Araraquara.

Segundo ela, a taxa de ocupação de leitos na região de Araraquara é de 34,7% nos leitos de UTI e 28% nos de enfermaria.

Agora são dez regiões e uma sub-região metropolitana na fase laranja. As áreas de Bauru, Marília, Piracicaba, Presidente Prudente e Sorocaba avançaram da fase vermelha, e permaneceram estáveis, além de Araraquara, Barretos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Taubaté e a sub-região Norte (Franco da Rocha) da Grande São Paulo.

Permanecem na fase vermelha de restrição total de atividades não essenciais: Araçatuba, Campinas, Franca e Ribeirão Preto.

Para a etapa amarela, avançaram Baixada Santista, Registro e as sub-regiões Leste (Alto Tietê) e Oeste (Osasco) da Grande São Paulo. Todas as cidades destas áreas se juntam à capital e às sub-regiões Sudeste (ABC) e Sudoeste (Taboão da Serra) da região metropolitana.

O Estado de São Paulo registra hoje 359.110 casos confirmados do novo coronavírus e 17.442 óbitos. Dos 645 municípios, houve pelo menos uma pessoa infectada em 632 cidades, sendo 407 com um ou mais óbitos.

VARIAÇÃO DA DRS DE ARARAQUARA

O DRS de Araraquara manteve sua boa avaliação da capacidade hospitalar (ocupação de leitos de UTI Covid e quantidade de leitos por 100 mil habitantes), cumprindo os requisitos da faixa verde.

A mudança na classificação ocorreu na análise da evolução da doença nos 17 municípios da regional: houve melhora da faixa laranja para a verde na variação de casos, manutenção na faixa laranja na variação de internações, mas piora da faixa amarela para a faixa laranja na variação de óbitos. (veja no quadro a seguir).

De acordo com boletim do Comitê de Contingência do Coronavírus divulgado nesta sábado, Araraquara possui 1.225 casos confirmados, com 15 mortes decorrentes da Covid-19.

As três próximas atualizações programadas do Plano São Paulo estão previstas para os dias 24 de julho e 7 e 21 de agosto. Os índices epidemiológicos e capacidade hospitalar são verificados semanalmente e, em caso de piora acentuada, pode haver regressão de fase em caráter extraordinário. Tal medida já foi adotada em 19 de junho, nas regiões de Registro e Marília, e em 3 de julho, na área de Campinas.

Todas as informações sobre o enfrentamento da Covid-19 em Araraquara estão disponíveis no site da Prefeitura (www.araraquara.sp.gov.br/coronavirus)

Autor: Rita Motta

Jornalista, especialista em marketing digital, fotógrafa e professora na área de comunicação MTB: 22.736/SP

Compartilhar essa notícia em
468 ad