Roseli Gustavo é a maior atleta da história de Araraquara

Ex-jogadora de basquete da seleção brasileira recebeu Diploma de Honra ao Mérito

Ex-jogadora de basquete da seleção brasileira recebeu Diploma de Honra ao Mérito

A araraquarense ex-jogadora da seleção feminina de basquete Roseli do Carmo Gustavo recebeu o Diploma de Honra ao Mérito da Câmara Municipal na sexta-feira (5). A indicação da homenagem foi feita pela vereadora Thainara Faria (PT).

Roseli é a idealizadora do “Projeto Roseli Gustavo”, que atende cerca de 200 meninas de 8 a 15 anos em aulas de basquete, e também é coordenadora da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer e coordenadora da equipe Sesi Araraquara Basquete, que disputa o Campeonato Paulista de Basquete Feminino.

Durante a sessão solene, o prefeito Edinho afirmou que Roseli é a maior atleta da história de Araraquara — medalha de prata na Olimpíada de 1996, em Atlanta (EUA), campeã do Mundial em 1994, na Austrália, e campeã do Pan-Americano em 1991, em Cuba.

“A Roseli integrou a maior geração do basquete brasileiro. Nenhum atleta de Araraquara conseguiu tanto. Isso, por si só, justifica todas as homenagens. Mas também tem a Roseli de fora das quadras. Negra, criada em um bairro periférico, que se superou e nunca esqueceu de onde saiu. Depois voltou para Araraquara e procura devolver tudo o que a cidade lhe deu”, declarou o prefeito.

Edinho destacou o papel atual de Roseli como coordenadora da Secretaria de Esportes e Lazer e da parceria com o Sesi (Serviço Social da Indústria) para a volta da equipe feminina de basquete de Araraquara. “Hoje, você é uma excepcional gestora e nos ajuda a construir o esporte de Araraquara”, disse.

Para o prefeito, a humildade resume a personalidade de Roseli. “O que te conduz a tamanho brilhantismo é sua humildade. Você se impõe pela humildade. Isso te faz ser grande, ser forte. Nós temos muito orgulho de você”, completou Edinho.

Símbolo
Segundo a vereadora Thainara, Roseli é um símbolo do esporte mundial. “Nós tínhamos que homenagear a Roseli, de alguma forma, pela sua importância para a nossa cidade. Você é um símbolo não só do Brasil, mas mundial. E a gente costuma não olhar para o que a gente tem na nossa terra. A Roseli é um ser humano incrível e busca educar e compartilhar o que aprendeu a outras meninas no ‘Projeto Roseli Gustavo’”, afirmou a autora da honraria.

O presidente da Câmara, Jeferson Yashuda (PSDB), parabenizou Roseli e Thainara pela indicação. “A Roseli apresenta um currículo vitorioso e segue proporcionando oportunidades aos jovens de nossa cidade nos projetos sociais e como coordenadora da equipe de basquete feminino de alto rendimento. Você está retribuindo à cidade aquilo que você conseguiu com muito esforço”, ressaltou.

Persistência
Em discurso emocionado, Roseli recordou toda sua trajetória desde o início, aos 12 anos de idade, quando foi praticar o esporte que gostava e venceu a desconfiança do pai, que não queria deixar a menina ‘correr atrás da bola’.

Roseli acompanhou uma de suas irmãs a um treino de basquete e, como uma jogadora faltou, o técnico a convidou para substituir a atleta. O resultado: uma vaga de titular no time de basquete juvenil de Araraquara. Depois, ela foi convidada para jogar em Piracicaba, que tinha um time de alto nível no basquete feminino. Esse foi o início de uma grande história.

“O esporte transformou a minha vida e a vida de minha família. Conheci quase o mundo inteiro. Vivenciei outras culturas. Morei na Espanha, em Portugal, na Suécia. Fiquei muito longe dos meus pais, dos meus irmãos, da família. Em 2005, voltei. Eu tinha convites para o Brasil inteiro, mas era aqui que eu queria ficar. Tenho muita gratidão ao Edinho por todo o apoio que ele me deu”, afirmou Roseli.

“Quero muito agradecer por esta homenagem. Começa a passar um filme pela cabeça. O dinheiro passa, mas o legado que a gente deixa não tem preço. Hoje, a minha motivação é ver o esporte de Araraquara crescer e poder fazer a diferença na vida das pessoas”, disse a ex-atleta.

Estiveram presentes na sessão solene o secretário de Esportes e Lazer, Everson Inforsato (Dicão); a presidente da Fundesport, Milena Pavanelli; o marido de Roseli, Mauro Sérgio, as irmãs Rosana e Sônia, além de outros familiares, secretários municipais, coordenadores e servidores da Secretaria de Esportes, atletas e técnicos.

Autor: Rita Motta

Jornalista, editora de televisão e jornalismo na internet, que se especializou em jornalismo e marketing digital em comunicação.

Compartilhar essa notícia em
468 ad

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *